domingo, 8 de janeiro de 2012

Vi em 2011: Super 8

Eu nasci no finalzinho dos anos 1980, mas posso dizer que um pouco da cultura daquela década influenciou minha infância durante os anos 1990. O cinema está incluído nisso. As crianças que passavam tardes assistindo filmes na Globo pegaram muito do que foi produzido na época, e só de lembrar dá uma saudade da minha infância... Filmes como "Os Goonies" e "E.T. - O Extraterrestre" estavam entre os favoritos da molecada, e a nostalgia só aumenta quando percebemos que hoje, em meio a tanta tecnologia que o cinema tem à disposição, não é produzido praticamente nada do tipo.

Super 8 vem para mudar esse quadro. Mais do que isso, o filme de J. J. Abrams (criador de "Lost") é uma homenagem às produções dos anos 80, em especial à obra de Steven Spielberg - que por sinal foi produtor executivo do longa, bem como produtor e diretor dos dois filmes citados no parágrafo anterior, respectivamente.

O longa, que estreou em agosto no Brasil (depois de dois meses da estreia nos EUA) conta a história de um grupo de garotos que está criando um filme para participar de um concurso. Para isso eles usam uma câmera Super 8 (daí o título), e aproveitam locações como a estação de trem da pequena cidade em que moram para dar mais veracidade à história. Numa dessas, o grupo de amigos presencia um grave acidente de trem, que muda suas vidas e a de toda a cidade dali em diante.

O filme tem todo um ar de mistério, pois, assim como os protagonistas, de início nós não sabemos o que está acontecendo de verdade. Objetos desaparecem, pessoas e cachorros somem de repente e uma grande quantidade de soldados americanos toma conta do local do acidente, deixando os moradores em polvorosa. Quando a história chega ao seu clímax, descobrimos finalmente o que tem causado o terror na cidadezinha, mas isso eu não vou contar, porque você vai ter que ver com seus próprios olhos...

"Super 8" está entre os meus filmes favoritos de 2011. O roteiro é bem amarradinho (apesar de eu não ter ficado convencido do que causou o incidente com o trem), tem um pouco de tudo que fazia um filme oitentista ser muito bom: drama, comédia, aventura e até uma pitada de romance. Eu recomendo a todos os que sentem saudade de uma história simples, sem grandes efeitos especiais (mais ou menos), e muito bem contada. E para aqueles que não sabem o que é um filme oitentista, vale a pena descobrir o que nossos pais e irmãos mais velhos gostavam de ver no cinema...

P.S.: Já comentei o filme no post anterior, mas acho que merecia uma postagem exclusiva!

4 comentários. Só estou esperando o seu...:

André San disse... [Responder]

Oi Britto! Li sobre este filme numa revista e fiquei bem curioso, mas depois acabei me esquecendo. Que bom que me lembrou, vou procurar e ver também! Afinal, sou anos 80 total, hehehe! Abraço!
André San - www.tele-visao.zip.net

Anderson Silva disse... [Responder]

Opa,bom dia,Olha eu aqui denovo,blog muito bom,sempre que dá passo por aqui,continua postando ai,quero ver isso aqui cada vez melhor,alguem ai sabe desse site http://www.rastreadorgps.org/ ? to querendo saber se é bom,dizem que rastrea carro,moto,pessoas até...alguem ja ouvir falar?abraços,bom trabalho ai com o blog que ta fera!

Tô Ligado disse... [Responder]

Opaaa,

o Tô Ligado! está voltando aos poucos... apareça por la!

Abrs

Adrian Dias disse... [Responder]

Super8 é super!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...