sexta-feira, 17 de junho de 2011

Especial TV CRUJ: Macaco (Caíque Benigno)


Caíque Benigno foi um dos "fundadores" da TV CRUJ. Apareceu no primeiro episódio do programa como Macarrão, o melhor amigo de Juca (Diego Ramiro), a quem ajudou a criar uma TV pirata e iniciar a transmissão. Também conhecido como Maca, o personagem usava o codinome Macaco, bem como uma máscara de primata. Nos primeiros dois anos do programa, foi o responsável por "dar o play" nos desenhos, sempre respondendo com um satisfeito "é pra já!".


Começando em 1997 aos 14 anos, Caíque integrou o elenco do Disney Club até maio de 1999, quando deixou o elenco por causa da idade. No programa, a justificativa dada foi a mudança do personagem para Curitiba, Paraná, graças à mudança de emprego de seu pai. Depois da saída, Macaco só retornou ao CRUJ em 2000, na comemoração dos 3 anos do programa.

A estreia de Caíque Benigno na TV aconteceu aos seis anos, em comerciais e participações no programa "Rá-Tim-Bum", da TV Cultura. Em 1991, tornou-se repórter do programa "Xou da Xuxa", da TV Globo. Naquela época, ficou famoso como "Faustinho", graças à semelhança como apresentador Faustão, o que o levou a participar no longa "Inspetor Faustão e o Mallandro", co-estrelado por Sérgio Mallandro e Costinha. No filme, Caíque interpretou o sobrinho de Faustão, um garotinho guloso obviamente chamado Faustinho.


"Estou superempolgado", comentou o ator em entrevista à Folha de S. Paulo pouco antes da estreia do CRUJ. "O Macarrão vai me dar a oportunidade de mostrar tudo o que aprendi e ainda me ensinar muito mais. Estou gostando muito do texto". Apesar do bom desempenho na atração, ele preferiu não seguir a carreira de ator, optando pela música. Com o nome artístico de DJ Caíque, o ex-Macaco agora é dono de um selo independente, o 360 Graus Records, e ganha a vida como produtor e compositor e cantor de rap, reconhecido internacionalmente.

O&O entrou em contato com Caíque Benigno para uma entrevista, recebendo uma resposta positiva do próprio. Contudo, não se sabe o motivo, ele voltou atrás. É uma pena para nós, mas apesar disso este espaço não ficará em branco. Veja a seguir trechos de uma entrevista concedida à revista Trip em 2010.

Você começou com quantos anos na TV?

Comecei com seis anos fazendo comercial. Fiz bastante Rá-Tim-Bum, teatro. Enquanto isso eu fazia comerciais. Era um gordinho ali, fazendo comerciais nos anos 90. Depois eu cresci. Ainda fui fazer uns testes, mas o pessoal falava: "Nossa, o Faustinho, você cresceu!". Lógico que eu cresci. Eu vi que desgastou a imagem. Quando você é pequeno, é bonitinho, gordinho, aí quando cresce vira o Faustão [risos]. Trabalhei na TV até 1999, eu fazia o Disney Club, o TV CRUJ [interpretava o personagem Macarrão] no SBT. Antes disso, fiz uma porrada de comercial, fui o Faustinho, trabalhei no [programa] do Faustão - no Jogo da Velha e era repórter - e fui repórter da Xuxa em 92, 93. Fiz o filme O Inspetor Faustão e o Mallandro. Tem na internet o vídeo do Rap do ovo [veja abaixo]. Nessa época eu já fazia rap! E é um clássico esse vídeo! Foi uma experiência boa.


Como começou a mexer com música?

Em 2000, fui ver um amigo meu tocar. Já tinha visto as pessoas tocar, mas não rap. Quando eu vi, ele estava tocando rap, funk, soul. Pensei: "Que da hora, quero isso pra mim". Falei com ele e ele me mostrou e fiquei apaixonado pelas pick-ups, escutei os raps que não estavam na mídia, mais underground. Gostei pra caramba. Até aí eu conhecia pouca coisa do rap, conhecia o que chegava até mim e o que os amigos apresentavam. Fui pesquisar tudo e fui ver que a maioria dos beats eram sampleados de funk, de soul. Me aprofundei. Falei: "Isso é pra mim".

Caíque Benigno atualmente.
Você ficou conhecendo rap com esse seu amigo ou já curtia antes?

Já curtia desde 95. Conheci Racionais, RZO, Thaíde, escutei umas paradas gringas gangsta, Big L , Black Moon, NAS, Notorious BIG.

Como é sua rotina de trabalho?

Eu faço bastante coisa. Estou fazendo um disco, então eu mixo o som, faço contatos, faço beat, mexos nos blogs de divulgação que a gente tem, Myspace. Fiz um site sozinho, na marra. Pesquisei como fazia durante três meses. Eu via o Myspace dos outros todos bonitos e fui pesquisar. Eu gravo, os caras vêm aqui, a gente fica aqui, escuta uns discos. É uma rotina musical, o dia inteiro respirando música.

Você saiu da TV, do mainstream, e hoje está no rap underground. Como você se sente?

Depois que eu saí da TV, eu procurei não me perder. Corria atrás e via que o pessoal só lembrava do Faustinho. Ficava indo atrás e não arrumava nada, falei: "Vou arrumar um emprego de gente". Aí fui trabalhar de estoquista em loja. Virei vendedor. Como sou ator, vendia pra caramba. Não vou me perder, não. Você faz sucesso, cai e levanta de novo.


Sente falta dessa época?

Sinto, foi bom pra caramba. Tudo o que eu faço, faço com gosto. Eu nasci para ser artista. Se eu não for na música, vai ser atuando. Quando a minha mãe [que faz parte do grupo de Teatro Mambembe de Repertório] precisa de ator, eu estou lá. Tem uns personagens que eu sei fazer.

Falou com o Faustão depois desse tempo todo?

Não falei, mas um dia eu vou aparecer lá, mas sem ligar e avisar antes. Quando eu estiver lá, vou falar: "Você lembra de mim?". Um dia quero estar lá pelos meus méritos, não uma coisa premeditada. Ele vai falar: "Nossa, você virou isso?" [risos].


Já que o assunto é rap, relembre um sucesso musical da TV CRUJ! E na próxima semana, mais uma entrevista, agora de verdade...

8 comentários. Só estou esperando o seu...:

Tô Ligado disse... [Responder]

Fala Brito... cara, estou acompanhando sempre seus especiais... estão cada vez melhores. Uma sacada de mestre a sua. Parabéns cara!

• Fяαη¢єℓℓє Mσяgαη • disse... [Responder]

Nossa,estou chocada!! Você simplesmente está realizando o meu sonho: ver meega matérias falando sobre o Cruj!
Esse programa não apenas marcou a minha infância...ele FOI a minha infância inteeira...eu sinto muuita saudade,e choro quase sempre que vejo algum vídeo...\Õ/

Muuito obrigada por esse especial,nem sei como te agradecer e tenho certeza que vc está fazendo a alegria de muuita gente,inclusive a minha!!

Beeijos e obrigaada!
http://backstreetmorgan.blogspot.com

André San disse... [Responder]

Fala, seu Britto! Bom, nem sei mais como falar bem do especial do Cruj. Mesmo sem entrevista exclusiva, vc nos conta o que anda se passando com o pessoal. Não sabia que o eterno Maca mexia com música... Bem legal! Adorei também a entrevista com a Jussara Marques. Sempre gostei muito dela, pois é uma excelente atriz e "vestiu" a peruca da Maluca com muita competência. Era a personagem mais apaixonante do programa, sem dúvida nenhuma. E a voz dela é muito marcante, sempre a reconheço em filmes e séries. Já aguardando o próximo post! Abração!
André San - www.tele-visao.zip.net

@blogaritmox disse... [Responder]

Passei por isso com Isadora Ribeiro e Viétia Zangrandi, que me prometeram uma entrevista e me deixaram na mão. Também não insisti.

Pelo menos você teve como se virar, e a postagem saiu boa do mesmo jeito.

Abraços!

Lucas disse... [Responder]

Que loucura! Um baita trabalho de pesquisa que você fez! Muito bom lembrar que tive infância, hauhauahua...
Lucas - www.portalcascudeando.blog.com

alan raspante disse... [Responder]

Mais um que eu me lembro bem... Okay, ele não deu entrevista, mas essa ficou ótima :P

Britto disse... [Responder]

Valeu, pessoal!
Fiquei um pouco chateado, claro, mas como eu disse não podia deixar passar em branco. Afinal ele fez parte do programa...

Lucas Pestana disse... [Responder]

Pra quem quiser ler, segue os links:
Entrevista publicada na Revista TRIP (texto, arquivada): http://web.archive.org/web/20130524183028/http://revistatrip.uol.com.br/blogs/cheirodarua/2010/01/14/dj-caique.html
Entrevista no YouTube (vídeo): https://www.youtube.com/watch?v=oEMq_SVRd54

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...