sábado, 22 de maio de 2010

Ontem e Hoje: Os Goonies

Sucessos vão e vêm. Todos os anos são lançados centenas de filmes nos cinemas do mundo inteiro, mas poucos conseguem ficar na memória do público por muito tempo. As décadas de 1980 e 1990 foram marcantes para muita gente nesse sentido. Pelo menos para mim, e tenho certeza que para boa parte dos leitores do blog, foi assim. Produções que na época talvez só chamassem a atenção de crianças e adolescentes, hoje fazem parte das recordações de marmanjos e mais velhos, que veem naqueles clássicos as lembranças dos tempos que não voltam mais.

Com Os Goonies (The Goonies) é assim. Lançado nos cinemas norte-americanos há quase 25 anos (mais precisamente em 7 de junho de 1985), o filme fez grande sucesso nas telonas, e continua movimentanto a telinha da TV e do PC. Tudo começou com uma ideia de Steven Spielberg (produtor do longa), que virou roteiro pelas mãos de Chris Columbus e ganhou vida com a direção de Richard Donner. A música tema, "The Goonies 'R' Good Enough", cantada por Cyndi Lauper, ainda remete às aventuras daqueles meninos que um dia saíram em busca de um tesouro pirata para salvar a vizinhança. E até o local onde o filme foi rodado, Oregon, Astoria, EUA, continua recebendo visitas de milhares de fãs.

Mas, se hoje o público que curtiu o filme nas décadas de 80 e 90 cresceu, como será que estão "os Goonies"? Esta postagem vai mostrar os atores que brilharam como os personagens principais deste clássico, ontem e hoje. Saiba o que aconteceu com cada um deles, conheça um pouco sobre seus trabalhos depois do filme e, de quebra, fique por dentro da dublagem nacional.

Os Goonies

Mikey Walsh pode ser considerado o principal dos "Goonies". Irmão de Brand, e é ele quem encontra no sótão de casa o mapa do tesouro de Willy, o Caolho. Mikey (pronuncia-se "Mickey" na dublagem brasileira) é corajoso, determinado... e asmático. O personagem foi vivido pelo ator Sean Astin aos 14 anos, e dublado no Brasil por Oberdan Júnior (a voz de Tintim). Hoje com 39 anos, Sean Astin é formado em Hisória, casado e pai de três filhas. "Os Goonies" foi seu primeiro trabalho no cinema, mas ele não parou por aí, tendo uma das carreiras mais bem-sucedidas de todo o elenco. Seu maior papel no cinema foi na trilogia "O Senhor dos Anéis", onde interpretou o personagem Samwise Gamgi. Participou também da 5º temporada da série "24 Horas", além de atuar em alguns filmes conhecidos, a exemplo de "Como se Fosse a Primeira Vez" (comédia romântica de 2004, estrelada por Adam Sandler e Drew Barrymore) e "Click" (filminho chato de 2006, também com Adam Sandler).

Brand Walsh é o galãzinho da turma, que só pensa em malhar. Vez por outra aparece corrigindo o irmão Mikey, que talvez por usar aparelho nos dentes acaba falando errado. Disputa a atenção da namorada Andy com o riquinho Troy (Steve Antin), filho do homem que quer acabar com o bairro. Responsável pelo irmão, acaba partindo junto com ele e seus amigos na busca pelo tesouro. Com 17 anos na época, foi Josh Brolin quem interpretou o personagem, dublado por Selton Mello (que dublou o imperador Kuzko, em "A Nova Onda do Imperador"). Aos 42 anos, já atuou em diversos filmes, tendo no currículo produções como "O Gângster" (filme de 2007, com Denzel Washington), "Onde os fracos não têm vez" (também de 2007, vencedor do Oscar de Melhor Filme) e "W" (filme de Oliver Stone, de 2008, onde interpreta o ex-presidente dos EUA George W. Bush). O ator já foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, por sua atuação em "Milk - A Voz da Igualdade" (2008).

Lawrence "Chunk" Cohen é o nome original do inesquecível Gordo. Guloso e desajeitado, o garoto tem fama de mentiroso, e por isso ninguém acredita quando conta a verdade. Gordo é medroso e tagarela, e são estas características marcantes que o fazem protagonizar algumas das cenas mais hilárias do filme, tanto ao lado do mostruoso Sloth como dos malvados Fratelli - confira mais abaixo. Jeffrey Bertan McMahon tinha apenas 11 anos quando interpretou o personagem, que por aqui recebeu a voz de Peterson Adriano (dublador de Bart Simpson e Macaulay Culkin). Ainda jovem, trabalhou na dublagem da série animada "Scooby-Doo e a Escola Assombrada" (1988). Hoje com 35 anos, é conhecido apenas como Jeff Cohen - nome artístico que adotou aproveitando o sobrenome de solteira da mãe, Elaine Cohen. Longe da carreira artística, Cohen está bem mais magro, e trabalha como advogado na área do entretenimento, eventualmente produzindo algo para cinema e TV.

Clark "Mouth" Devereaux, ou simplesmente Bocão, é o mais descolado dos "Goonies". Sempre penteando os cabelos, ele tira onda de machão, o que gera certa implicância com a colega Stef. Corey Feldman, considerado um dos ícones adolescentes dos anos 80, tinha 13 anos quando viveu o personagem, cuja voz pertence a Danton Mello (que dublou Leonardo DiCaprio em "Titanic"). Entre os mais de 50 filmes que o ator participou ao longo de sua carreira, vale citar a comédia "Sem Licença para Dirigir" (1988), o thriller "Garotos Perdidos" (1987) e o drama "Conta Comigo" (1986). Ao lado do ator Corey Haim, protagonizou a série "The Two Coreys". Na década de 1990, Feldman participou da série de filmes live-action das "Tartarugas Ninja", fazendo a voz do personagem Donatello. Amigo de Michael Jackson, ele também foi o centro de alguns escândalos, em especial quando se envolveu com drogras. Em 2003, participou do reality show "The Surreal Life", onde se casou ao vivo no último episódio. Hoje pai de um filho, dedica-se à banda The Truth Moment e ao teatro, mas ainda tenta emplacar no cinema com continuações de "Garotos Perdidos".

Richard "Data" Wang é conhecido no Brasil como Dado, o inteligente inventor do bairro. Sempre com suas bugigangas a tiracolo, ele se acha o próprio James Bond e, por incrível que pareça, consegue ajudar os "Goonies" com suas improváveis invenções. Vivido por Jonathan' Ke Huy Quan aos 13 anos de idade, o personagem é dublado por Manolo Rey (voz de Tobey Maguire na trilogia "Homem-Aranha"). O primeiro trabalho de Jon Ke Quan no cinema também foi ao lado de Steven Spielberg, desta vez no filme "Indiana Jones e o Templo da Perdição" (1984), onde viveu o "parceiro" do aventureiro. Formado em Cinema, o vietnamita é mestre em artes marciais, trabalhando atualmente como coreógrafo de dublês em filmes como "X-Men" e "O Confronto" (com Jet-Li).

Andy Carmichael faz o tipo patricinha da turma. Líder de torcida, é namorada de Brand, mas não deixa de dar bola para Troy. Mimada, a garota dá ataques de histeria em alguns momentos, fazendo sempre o possível para dar um passo a mais na relação com o namorado. Já com 18 anos na época das filmagens, a personagem foi interpretada por Kerri Green, e no Brasil pegou emprestada a voz de Marisa Leal (a eterna Soraya Montenegro). Ainda na década de 1890, a atriz fez um importante papel no filme "A Inocência do Primeiro Amor" (com Charlie Sheen e Winona Ryder no elenco). Depois disso não fez muito sucesso no cinema, mas participou de muitos trabalhos na televisão, incluindo séries como "Law & Order" e "ER".

Stef Streinbenner é a melhor amiga de Andy. Com um estilo "punk-nerd", a garota reclama de quase tudo, principalmente do romance da amiga com Brand e das brincadeiras de Bocão. Mas no final das contas, um gesto de Stef surpreende a todos. Interpretada pela atriz Martha Plimpton aos 15 anos de idade, a personagem foi dublada no Brasil por Miriam Ficher (a voz oficial de Drew Barrymore). Modelo e atriz, sua carreira infelizmente não foi tão bem-sucedida no cinema do filme. Atualmente escreve peças para a Broadway, o que já lhe rendeu uma indicação ao prêmio Tony. Também já fez participações em seriados norte-americanos, como "ER". Seu último trabalho no cinema foi no longa "Lembranças" (produção de 2010, estrelada por Robert Pattinson).

FOTO PUBLICADA NA REVISTA EMPIRE EM 2009 COM O ELENCO E DIRETORES DO FILME

Os Fratelli

Mama Fratelli é a poderosa chefona da família de bandidos, envolvida em falsificação de dinheiro. Longe de mimar seus "meninos", ela ajuda um deles na fuga da prisão, logo no início do filme. A velha é ranzinza e ambiciosa, não medindo esforços para conseguir o que quer. A vilã foi brilhantemente interpretada por Anne Ramsey, e dublada pela saudosa Nely Amaral (a primeira voz de Marge Simpson). Antes de "Os Goonies", Ramsey já tinha vários filmes no currículo. Anos depois, foi indicada aos prêmios Oscar e Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme "Jogue a Mamãe do Trem" (comédia de 1987, estrelada e dirigida por Denny DeVito). Infelizmente a atriz faleceu cedo, aos 59 anos, vítima de um câncer, em 1988.

Jake Fratelli é um dos filhos da mãe, literalmente falando. Foge da cadeia nos minutos iniciais do filme, e no decorrer da história se mostra tão gente ruim como a Mama. Tira uma de cantor, vez por outra cantarolando em italiano... Robert Davi é o ator que dá vida a Jake Fratelli, e Júlio Cezar Barreiros (Harrison Ford, na trilogia "Indiana Jones") lhe empresta o vozeirão. Além deste filme, o ator participou de outros clássicos, como "Duro de Matar" (1988) e "007 - Permissão para Matar" (1989), um de seus trabalhos mais conhecidos. Fez também alguns trabalhos na TV, como a série "Stargate: Atlantis".

Francis Fratelli é outro membro da família de criminosos. Submisso à mãe, ele participa de uma das cenas mais engraçadas do filme (veja mais abaixo), onde os Fratelli interrogam Gordo, que foi encontrado em seu esconderijo, um restaurante abandonado à beira-mar. Francis usa uma peruca, que lhe é tirada em algumas ocasiões. Vivido pelo ator Joe Pantoliano, o personagem foi dublado por Marcus Jardym (voz de "Aladdin" no filme da Disney). O ator tem uma longa carreira no cinema, tendo participado em filmes de grande expressão, como "U.S. Marshals" (1998), "Matrix" (1999) e, mais recentemente, "Percy Jackson e o Ladrão de Raios" (2010). Ele também é conhecido por interpretar Ralph Cifaretto, na série "The Sopranos".

Sloth é a própria personificação da frase "as aparências enganam". Ele é monstrengo assustador, que no fundo tem qualidades admiráveis, além de um gosto ímpar por chocolate - em especial "Baby Rooth". De tão feio que é, este homem, que teve seu rosto desfigurado ao cair do berço, é desprezado pela família, mas encontra apoio e amizade nos "goonies", em especial no medroso Gordo. O complexo personagem foi interpretado pelo ex-jogador de futebol americano John Matuszak - que, como você pode ver na foto, não tinha aquela cara feia de verdade. Sua maquiagem demorava cinco horas para ficar pronta, e esse longi processo pode ser visto mais abaixo em três etapas. Conhecido como "Tooz" nos tempos de jogador, Matuszak teve uma carreira muito curta, já que ela foi interrompida pela sua morte, aos 38 anos. O ator foi vítima de um ataque cardíaco em 1989, possivelmente por excesso de anabolizantes.

Derivados

Uma continuação de "
Os Goonies" vem sendo cogitada desde que o filme estourou nos cinemas, levando 9 milhões de espectadores às salas norte-americanas só no primeiro fim de semana. O diretor Richard Donner já demonstrou interesse, bem como Steven Spielberg e alguns atores do elenco. A ideia seria reunir os protagonistas e apresentar seus filhos, que viveriam uma aventura semelhante a que eles passaram durante a infância. Nada, porém, saiu do papel até agora.

Uma série em animação também foi anunciada anos atrás, mas o projeto não teve continuidade. Daquilo que hoje poderia ser um desenho animado consagrado, restou apenas uma arte conceitual:

Curiosidades

:: Outros atores que integraram o elenco:
Lupe Ontiveros, Mary Ellen Trainor, Keith Walker, Curtis Hanson, Steve Antin e George Robotham.

:: Alguns nomes que atuaram na dublagem brasileira: Paulo Flores, Ettore Zuim, Selma Lopes, Francisco José, Carlos Seidl e Isis Koschdoski.

:: O DVD nacional não inclui a dublagem brasileira. Para piorar, legenda inclui alguns erros, por exemplo: o nome do personagem Gordo é "Bolão".

:: A bilheteria do filme totalizou 61 milhões de dólares só nos cinemas americanos. Comparado com os dias de hoje, parece não ser nada, mas aquela época, era muito.

:: Naquele ano,
Sean Astin ganhou o prêmio Young Artists Awards de Melhor Ator Jovem.

:: A veterana
Anne Ramsey foi eleita como Melhor Atriz Coadjuvante pela Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films.

:: O elenco foi proibido de ver o navio pirata antes de gravar a cena do confronto final, onde ele apareceria pela primeira vez. A intenção era fazer com que os garotos passassem para seus personagens a sensação de espanto com a descoberta da forma mais realista possível.

:: No final do filme, o personagem Dado diz que o mais difícil para eles foi enfrentar um polvo - só que não há polvo nenhum durante o filme inteiro! O fato é que a cena em que eles realmente enfrentavam um polvo no navio de Willy Caolho foi deletada, podendo ser vista apenas nos extras do DVD.

:: Um evento em celebração aos 25 anos do filme está programado para ocorrer entre os dias 4 e 7 de junho de 2010 na cidade que serviu de cenário. Mais informações no site oficial:
thegoonies.com.

Vídeos

:: Confira a um trecho do início do filme, onde os meninos ainda não partiram para a aventura:


:: Uma das cenas mais hilárias do filme acontece quando os Fratelli pedem para Gordo confessar tudo o que sabe. Veja o resultado...


::
Clicando aqui você pode ver um trecho da versão dublada, onde os "goonies" encontram uma cachoeira subterrânea cheia de moedas e descobrem que se trata de um poço dos desejos.

:: Em 2009, mais de vinte anos depois, o elenco do filme se reuniu para uma matéria especial da revista
Empire. Confira o vídeo que mostra o re-encontro, em inglês:

:: Cyndi Lauper só lançou a faixa "The Goonies 'R' Good Enough" (Os Goonies são bons o bastante) em um álbum anos depois do filme, pois dizia não gostar da música. Confira o videoclipe abaixo e tire suas próprias conclusões:

Juntando aventura, comédia e suspense, Os Goonies conquistou uma legião de fãs, que até hoje faz questão de acompanhar as reprises na TV - apesar de escassas... Prova disso foi a audiência de 6 pontos alcançada em sua última exibição, na sessão SabadoCine, do SBT. Antes disso, o filme tinha passado cerca de cinco anos no baú da emissora, sendo que sua primeira e até então última transmissão no canal fora no extinto Fim de Noite, exibido em horário pra lá de ingrato: na madrugada de domingo para segunda-feira. Mas o sucesso do filme no Brasil se deu mesmo foi através da Globo, quando a líder de audiência ainda programava bons filmes para a Sessão da Tarde. Quem não lembra dos repetidos mas deliciosos Curtindo a Vida Adoidado, Te Pego Lá Fora, Tal pai, Tal Filho, etc? É tão bom recordar, mas vamos deixar estes para uma próxima hora...

7 comentários. Só estou esperando o seu...:

aionr disse... [Responder]

Sessão Nostalgia agora. Meu deus que saudade dos Goonies, adorava!!! um dos melhores filmes que eu já vi, pena não poder vê-lo de novo em DVD, mas o especial já me fez matar as saudades...

Aline disse... [Responder]

Excelente, Britto! Obrigada por me fazer relembrar algo tão especial. Os Goonies marcou mesmo...
Espero ver mais especiais desse tipo!!!

Tô Ligado disse... [Responder]

Esse foi o ESPECIAL. Cara, muito bom. Parabéns pelo post... Fcou bom mesmo. Coisa de profissional!

Abraços!

Ah, vou lah no twiiter!

T. Lessa disse... [Responder]

Tá de parabéns, Britto! Até me emocionei em rever essa turma...

@blogaritmox disse... [Responder]

dessa última vez que passou, no SBT, por coincidência eu só vi a confissão do gordinho. muito engraçado!

a música da cindy lauper ajudou a eternizar esse filme. até pouco tempo atrás eu tinha no MP3.

e pedro, parabéns pelo post. valeu a pena esperar.

abraço

J. Júnior disse... [Responder]

Parabéns pelo especial, Britto.
Super completo e muito bem feito.

Nunca assisti "Os Goonies", mas agora fiquei com muita vontade de conferir.

Até mais.

Augusto César disse... [Responder]

Muito massa o especial! Você está de parabéns... Ah, e não deu pra pegar o filme no SabadoCine... Vai ficar pra próxima... Sou louco por "Te pego lá fora", hehe... vale um especial também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...